Maria Clara Spada de Castro

Professora de História na Educação Básica, graduada e mestra pela Universidade Federal de São Paulo - Unifesp Guarulhos. Doutoranda em História pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ e pesquisadora de movimentos sociais e políticos no Brasil da década de 1920, com a monografia de título "Tenentismo em 1924: participação dos civis na Revolução Esquecida" e dissertação "Além da Marcha: a (re)formação da Coluna Miguel Costa - Prestes". Integrante do grupo de pesquisa História, Memória e Patrimônio do Trabalho e membro-fundadora da revista discente do Programa de Pós-Graduação em História da UNIFESP, Revista Hydra.

Principais áreas de interesse e atuação

História do Brasil; História do Brasil República; Ensino de História